Zé Kitchen

Strogonoff de Filé Mignon Rápido

Esse é uma daquelas receitas super fáceis e saborosas de fazer. Eu perdi a conta quantas vezes comi Strogonoff de filé mignon na minha casa durante adolescência.  Era um prato muito servido em buffet de casamento isso a 15 anos atrás KKKKKK, acredito que não se servem mais strogonoff em eventos como antigamente. Na minha receita não vai ketchup, mostarda e o conhaque para flambar o mesmo é totalmente opcional. Toda vez que faço esse prato lembro de momentos bem alegres em família. Espero que gostem.
foto

Ingredientes:

500 gramas de filé mignon cortado em tiras (substituto – contra-filé e alcatra)
1 caixa de creme de leite
1 colher(sopa) de manteiga
1 cebola grande cortada em cruz(pedaços grandes)
½ lata de tomate sem peles (substituir com um bom molho de tomate)
Sal, pimenta do reino e alho a gosto
1 fio de óleo

Modo de Preparo:

1 Step: Numa frigideira de preferência antiaderente deixa-a bem quente e jogue o fio óleo, frite a carne, pois nos últimos minutos jogue a cebola e tampe a panela. Quando a cebola ficar mole, retire-a juntamente com o liquido da carne que vai aparecer. Isso é normal, reserve-os.

2 Step: Retire a carne da panela, e deixe a frigideira ficar bem quente novamente e jogue a carne ao poucos até terminar o cozimento de sua preferência. Reserve carne numa tigela.

3 Step: Na mesma panela derreta a manteiga, adicione os tomates e caldinho da carne juntamente com a cebola que você reservou do Step 1.

4 Step: Coloque a carne que você reservou na panela acima e misture bem, deixe ferver tudo por uns 5 minutos.

5 Step: adicione o creme de leite e misture bem. Desligue o fogo e deixe descansar por uns 10 minutos, esse descanso vai apurar o sabor.

6 Step: Sirva com arroz branco e batata palha… Bom demais!

Dica: Se puder temperar a sua carne pelo menos 1-2 horas antes, irar aproveitar mais dos sabores. Se não puder, sem problemas…. vai ficar bom do mesmo jeito. Enjoy!!!!

Bavette com Funghi Secci e Tomate Cereja

Meus amigos(as), um dia dessa semana cheguei em casa e disse meu Deus… o que vou jantar o hoje? Dentre tantas opções que preciso agradecer ao alto todos os dias por ter a oportunidade de poder escolher o que comer todos os dias.  Cheguei na minha cozinha, e disse quero jantar algo diferente dai já tinha aberto uma garrafa do o nosso velho conhecido Chardonnay do dia-a-dia, excelente para os dias de verão de Sampa. Abri a geladeira e tirei os ingredientes que estão a abaixo. Estava determinado de fazer uma pasta diferente. Esse prato pode ser vegetariano se retirar o bacon. Espero que gostem, qualquer dúvida estou por aqui.

photo 2

Ingredientes:

Bavette para Pasta ( linguine ou espaguete outras opções)

Alguns pedaços funghi secci italiano (a gosto)

1 caixa de tomate cereja

1 colher (sopa) de manteiga

2 dentes alho picadinhos

1/2 xícara vinho branco seco

Bacon cortado em tiras (opcional) a gosto

1 cebola média cortada em rodelas

2 colheres (sopa) azeite de oliva de sua preferência

1 colher (sopa) cebolinha picadinha

photo 1

Modo de Preparo:

1 step: Desidrate a quantidade de funghi que deseja por, recomendo não por muito  para não perder o equilíbrio entre os sabores.

2 step: Derreta a manteiga e  refogue a cebola, alho se for por o bacon frite antes de tudo na mesma panela e reserve-o.

3 step: coloque o funghi já desisdrato (eu não reservei o caldo dele), adicione a cerejas cortadas ao meio e o vinho branco. Quando o tomate começar a ficar mais molinho, abaixe o fogo e adicione o azeite.

4 Step: Jogue o bavette “al dente” ou do ponto que você preferir na panela juntamente com o bacon que você reservou no Step 2 caso tenha utilizado.

5 step: Misture bem os ingredientes com Pasta e tampe a panela deixe descansar uns 5 minutos.

6 step: Sirva quente e jogue um pouco de cebolinha bem picadinha por cima

7 step: Um prato simples, saboroso e com um gosto diferente

8 step: Seja feliz….

Pizza Fácil

Meus amigos(as), sei que tenho que prestar atenção as famosas calorias que perseguem tanto agente, PIZZA é algo que não dar eu deixar de comer, na minha casa comenos uma vez por semana geralmente aos finais de semana. Pois combina com qualquer evento: aniversários, lanche, jantares, finger food eventos e pode ser servido com qualquer bebida: refrigerantes, cerveja, vinho, espumante etc. Simplesmente amo comê-las, uma das partes que mais aprecio em fazê-las é quando eu vou por os recheios, eu acho a coisa mais linda. A RECEITA de hoje é muito simples encontrará logo após as fotos, é só seguir a passo a passo e adicionar uma pitada de amor será muito feliz no resultado.

– Presunto cru + muçarela de búfala + manjericão + Azeitonas (“No comments” de bom)

photo (12)

photo (11)

– aliche e queijo muçarela fica simplesmente divino (cuidado porque o aliche é salgado)

photo (14)

photo (13)

Neste dia fizemos na casa de bons amigos muito bom com cerveja bem geladinha porque o dia estava bem quente.

Ingredientes:photo (15)

Quantidade 2 pizzas médias

2 xicaras de farinha de trigo

5g de fermento biológico seco – aqueles de saquinho dura muito mais do que o fresco… 

1 pitada de sal

150 ml de água levemente morna

Modo de preparo:

1 step: adicionar a farinha no “bowl”

2 step: adicione o fermento

3 step: misture bem os ingredientes acima

4 step: adiocione ao liquido os poucos e mão na massa

5 step: sove a massa por 15 minutos

6 step: deixa a massa descansar por 30 minutos cubra o “bowl” com um pano

7 Step: quando cortar a bola de massa ao meio verá buraquinhos, isso indica que a massa ficou maravilhosa. Faça os discos ou até mesmo quadradas inove na cozinha.

Eu gosto de deixar o forno bem quente antes de colocar a pizza vai, no forno elas vão entre 10 à 15 minutos.

Recheio vou deixar a critério de vocês vou dar algumas opções das fotos do post:

– Eu gosto da massa bem fina, para ficar um pouco mais crocante quando sair do forno.

– use um molho de tomate de boa qualidade (faz a diferença)

Torta Cremosa de Amendoin

Está receita não é de minha autoria, mas a foto é sim pois decide colocar no blog depois de comer a maravilhosa foto que estão vendo aí. Uma senhora muito simpática chamada Fátima que vive no meio do nosso Brasil fez essa maravilha em belo domingo junto de pessoas muito queridas, muito obrigado por dividir um pouco da sua cozinha com agente. Meus amigos(as) essa torta é completamente sem noção… e bem estilo ao estilo das sobremesas dos Estados Unidos, mas essa realmente não é só cara que está maravilhosa, sabor é “no comments”.  Fátima vem logo para Sampa para gente comer bem de novo.

photo (10)

Ingredientes:

1/2kg de amendoim torrado limpo e moído (se preferir, substituir por paçoquinha Ioki, 700 gramas)

250g de margarina

1 xícara de açúcar

4 gemas

1 lata de creme de leite sem soro

1 lata de leite condensado

400g de bolacha maisena

Modo de Preparo:

Torrar, limpar e moer o amendoim. Após isso, reservar.

1) Misturar a margarina, o açúcar e as gemas (bater bem para ficar bem clarinho e juntar metade do amendoim)

2) Agora juntar creme de leite sem soro e mexer devagar para não talhar

3) Passar um pouco da mistura no fundo de uma travessa de vidro

4) Colocar creme e bolacha alternadamente (com a última camada sendo bolacha)

5) Pegar o leite condensado, colocar no fogo e deixar engrossar um pouquinho (mexendo para não empelotar)

6) Jogar esse creme por cima das bolachas e decorar com paçoquinha esfarelada para decorar.

7) A hora que o leite condensado esfriar, cobrir e por na geladeira

Risotto de Azeitonas com Camarão

A historia por trás desse post foi a seguinte: eu e uma amiga do trabalho estávamos falando sobre azeitonas, e como as adoramos. Daí ela me perguntou se eu já tinha comido Risotto feito com Azeitonas. Para ser bem sincero, a minha primeira reação não foi muito positiva, mas como eu gosto muito de azeitona, e adoro mais ainda de me aventurar na cozinha resolvi fazer em minha casa para o jantar. Ontem, foi o bendito dia, numa plena segunda-feira, mas na minha casa é assim todo dia é de cozinhar não importa se vai demorar ou não simplesmente amamos sentir o cheiro de comida.  Nesta aventura resolvi jogar um pouco de camarões por cima do Risotto.  Está aí o resultado… Espero que gostem…

photo (9)

Ingredientes:

150 gramas de azeitonas pretas grandes com caroço (pode ser sem semente também)

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 xícara de arroz arbóreo

½ xícara de vinho branco seco

1 litro de caldo de tablete sabor de vegetais

½ cebola bem picadinha

1 colher (sopa) rasa de manteiga com sal

Modo de Preparo:

1) Em fogo médio, frite a cebola e as duas colheres de azeite até ficar transparente, agora coloque o arroz arbóreo e mais uma colher de sopa de azeite de oliva continue fritando tudo por mais uns 5 minutos. O arroz vai ficando cada vez mais translúcido.

2) Agora adicione o vinho branco e mexa até o liquido se evaporar por completo.

3) Agora aos poucos adicione uma concha do caldo de vegetais, quando você perceber que está secando adicione mais uma outra e assim por diante até o arroz ficar na consistência  muito conhecida como “al dente”. Eu acredito que na quarta ou quinta concha o arroz já está mais na consistência de “al dente”.

4) Mas digo o seguinte você cozinha o arroz até ficar no ponto do seu agrado. Lembre-se do legal de estar na cozinha porque o “boss” é você por isso faça do seu jeito.

5) Adicione a manteiga e misture bem

6) Antes de terminar o cozimento, coloque as azeitonas  por favor esmagalhe algumas para sair um pouco do líquido e deixar tudo cozinhar por mais uns 3 minutos e sirva quente. Decore o seu prato com camarões grelhados rapidamente na manteiga.

A Queijaria

Na semana passada fui conhecer uma loja especializada somente em queijos brasileiros chamada “A QUEIJARIA” que fica no bairro da Vila Madelana uma das regiões na cidade de São Paulo, muito famosa pelos seus bares e restaurantes.

Endereço: Rua Aspicuelta, 35 Tel: (11) 3812 6449  São Paulo Capital, SP 

photo (1)

Já estamos cansados de saber que os queijos franceses são os mais conhecidos mundo, pela qualidade e variedade indiscutíveis.  Eu como fascinando por gastronomia e queijos, arrisquei conhecer “A Queijaria” e quem sabe dar um pouco de crédito aos queijos de nossa terra. Tive uma bela surpresa, antes de entrar na lojinha que é bem pequena e de estilo bem rústico o aroma do queijo fora da loja já me agradou bastante. O cheiro forte de  queijo me deixou ainda com mais vontade de entrar.

photo (6)

Os queijos são provindos de 6 estados brasileiros: MG, RS, RJ, SP, PB, PE. Pois não fazia a menor ideia a quantidade de queijos providos de Pernambuco. Por pura ignorância não imaginei que o Nordeste produzia queijos de excelente qualidade. Percebi que os queijos são quase produtos raros na cidade de Sampa, pois alguns deles apenas disponíveis nos seus estados de origem, isso me atraiu bastante. Imaginei logo que seria um presente muito interessante para dar a alguém que curte queijos diferenciados.

Logo na entrada no seu lado esquerdo tem uma mesa grande, onde degustei os mais variados queijos nacionais, ela fica bem de frente para a janela dando um certo charme, pois você pode apreciar a mesa de queijos de fora da loja pela mesma janela.

photo (2)

O funcionário me falou que os queijos pernambucanos são tão populares quanto o de os de Minas Gerais. Minas é a nossa referência para queijos nacionais. Não vi muitos queijos macios, e sim mais durinhos. Me parece que a procura pelos queijos é bem intensa na loja, pois muito queijos já estavam em falta durante a minha visita.  Eu não consigo nem descreve, é algo que prefiro deixar vocês descobrirem por si sós.

photo (7)

Por ser uma loja especializada em queijos, a primeira impressão seria que os produtos fossem caros, mas para minha surpresa são bem acessíveis. Vale pena a experiência de conhecer a lojinha, os queijos são de qualidade e bem diferentes em sabor pois como já sabemos a quantidade de queijos nacionais oferecidos em nossos supermercados é mínima. O sucesso da loja com certeza é por oferecer algo único na cidade de São Paulo e talvez no país, mas com certeza pelo fato que o brasileiro está pegando o gostinho do sinônimo da palavra gourmet.  Se passar pela Vila Madelana vai lá conhecer…
photo (4)
Também é possível comprar queijos pela internet, acessando o site: http://www.alimentosustentavel.com.br/ onde encontrará maiores detalhes sobre os queijos disponíveis a venda. O instagram deles é #AQUEIJARIA


Conchiglioni com Langostins e Camarão

Meus amigos(as) nos Instagram algumas pessoas pediram a receita da massa que fiz no ano novo, é pouco trabalhoso por que você precisa cozinhar as conchas com cuidado para que elas não fiquei cozidas demais ou quebrem. Neste caso eu recomendo “al dente” seguir o que as instruções cozimento da embalagem da massa, pode até retirar uns 2 minutos antes termino do cozimento, porque depois de colocar o recheio ela irar para o formo novamente, e com certeza ficará mais cozida. Os ingredientes juntos até parecem coisas de doido, mas fica delicioso.

photo 2 (1)

Ingredientes:

25 conchas da Divella que são simplesmente maravilhosas

1 lata de creme de leite

200 gramas de camarão picados sem cascas ou cabeça já cozidos

200 gramas de lagostins picados já cozidos

2 colheres de sopa de bacon picadinho

1 colher (sopa) de queijo parmesão ralado

1 colher(sopa) de manteiga

2 latas ou 2 saches de molho pronto de tomate de sua preferência

Uma travessa grande

photo 1 (3)

Modo de preparo:

Numa panela em fogo médio frite o bacon, e adicione o creme de leite, queijo ralado, a manteiga e deixe no fogo médio mexendo constantemente todos os ingredientes por uns 5 minutos, agora coloque os camarões e lagostins picados e cozinhe por mais 1-2 minutos. Mexa tudo e tampe a panela, deixe esfriar para colocar o recheio nas conchas.

Depois de ter cozinhado a massa como indiquei acima, algumas podem ter grudado, por favor separe-as com cuidado para que não quebrem. Uma vez frias recheei com molho branco do frutos do mar.

Na travessa que você escolheu despeje o molho de tomate por toda o recipiente e vá colocando as conchas já recheadas com cuidado. O molho de tomate pode ser frio mesmo.

Cubra a travessa no papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por 15 minutos a 180 graus. Tudo já está cozido é simplesmente para dar aquela esquentadinha básica. Quando levar a mesa é só retirar o papel alumínio e servir com um pãozinho italiano ou uma baguete. Te garanto não irar se arrepender.

Salada da Fátima

Meus amigos(as) este será o meu último post de 2013, as vezes eu nem acredito que demorei tanto tempo para ter um blog. Agora tenho a oportunidade de dividir com vocês o que sei e também das pessoas que convivem comigo. Neste mês de Dezembro conheci uma senhora que mora em Goiania, Goiás chamada Maria de Fátima, ela por incrível não gosta nada de cozinhar kkkkkkkkkkk, ela faz doces maravilhosos, mas não os come. Quem vai entender não é verdade. Há alguns dias eu comi uma salada feita por ela, a inspiração veio de uma visita ao mercado municipal de São Paulo. Dividimos com certeza uma paixão pelo tão famoso Mercadão paulistano. A receita de hoje é dela, achei tão maravilhosa e fácil que irei dividir com vocês. Uma excelente opção para o verão.

salada

Ingredientes:

Um vidro de palmito (270g) em rodelas grandes

Um vidro de champignon em conserva (100g) inteiros

Um pacote de tomate cereja (200g)  tomates partidas ao meio

Azeitonas pretas gigantes (100g)

Um pepino japonês em rodelas finas

Um alho poró picado em rodelas

Uma cebola roxa

3 colheres(sopa) de “Lemom pepper”

Modo de Preparo:

Junte todos os ingredientes numa vasilha de preferência onde você possa tampar depois. Tempera tudo com dois limões verdes comuns, o “lemon pepper”, uma pitada de pimenta do reino e bastante azeite. Mistura bem, experimenta e ajuste o sal. 

 O ideal é deixar todos os ingredientes do mesmo tamanho das azeitonas, em pedaços grandes para poder comer com palitinhos e pode temperar sem medo, a mistura fica ‘nadando’ no azeite e no lemon pepper, como se fosse uma conserva.

Uma receita super saborosa, recomendo deixar marinando na geladeira por pelos menos 2 horas, pois não irá se arrepender. Obrigado Maria de Fátima por dividir um pouco da sua cozinha conosco. Até breve, minha amiga quando voltar a nossa maravilhosa Sampa faremos o que mais gostamos de fazer que é comer bem.

 

Bacalhau ao Chimichurri na Manteiga

Nossos amigos argentinos inventaram o Chimichurri (Definição Wikipédia: O chimichurri é um molho à base de salsinha, alho, cebola, tomilho, orégano, pimenta reino vermelha moida, pimentão, louro, pimenta do reino negra, mostarda em pó, salsão, vinagre e azeite de oliva para preparar churrasco ou acompanhar outras comidas.  Mas a minha aventura culinária de hoje vai ser com Bacalhau e Chimichurri. Foi uma descoberta maravilhosa utilizar o chimichurri com peixe, pois recomendo ser feita para um prato natalino diferente e saboroso. Essa é minha segunda e última receita para o Natal de 2013. 

bacalhau chimichurri

Ingredientes:

Sal

Chimichurri desidrato já vem pronto (fácil de encontrar em feiras de ruas do seu bairro)

Manteiga com sal 

Bacalhau dessalgado (um outra opção de peixe seria o Badejo)

Lemon Pepper (Opcional)

Modo de Preparo:

Para cada pedaço ou posta de peixe, aqui segue a medida para o molho: 1 colher(chá rasa) de chimichurri para duas 2 colheres(chá cheia) de manteiga com sal. Pode aumentar sempre aumentar a proporção. 

Frite o bacalhau numa frigideira anti-aderente com azeite na maneria que geralmente gosta de comer. Eu gosto de temperar o meu peixe com LEMON PEPPER e sal, mas somente com sal para essa receita também fica muito bom. 

Uma vez o peixe estando frito numa pequena vasilha coloque o chimichurri, manteiga com sal e leve ao microondas. Quando a manteiga derreter jogue em cima do peixe e sirva com arroz ou purê de batatas. Uma receita simples e saborosa. Feliz Natal a todos que me acompanham aqui, espero que nosso próximo Natal estejamos juntos novamente. 

Siri Cakes

Amigos(as) a receita de hoje é frutos do mar novamente… Aqui segue a minha primeira receita Natalina do Blog do Zé. Nos Estados Unidos um prato muito comum chamado de CRAB CAKES feito com carne de caranguejo, me inspirou o prato de hoje. Uma mistura do Nordeste brasileiro com Sul do Estados Unidos, nem sei se posso considerar uma culinária FUSION o prato de hoje. Segue um link que pode explicar um pouco melhor dessa cozinha que já existe algum tempo, eu sigo um pouco esse estilo na minha cozinha também.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/noticias/ult263u1191.shtml

photo 2

Ingredientes:

250 gramas de carne de siri

2 colheres (sopa) de coentro

1/2 cebola média picadinha

1/2 xícara de bolachas cream crackers bem quebradinha como se fosse farinha

2 colhres(sopa) de maionese

Sal à gosto

Uma pitada de pimenta calabresa(opcional)

1 colher(chá) de coloral

Um pouco de farinha de rosca caso você frite-os na frigideira, e não no forno. 

Modo de Preparo:

Numa travessa adicione a maionese, o coentro,a cebola, as  bolachas esmagalhadas, um pitada de calabreza e o coloral misture bem tudo até ficar uma pasta como se fosse um paté. Aos poucos adicione a carne de siri, até ficar uma pasta bem grossa. Não é necessario deixar descansar, mas recomendo pelo menos uns 30 minutos. Tire um pouco da travessa e faça com se fosse um hamburguer.

Forma light de cozimento:

Se o seu fogão tiver a função grill, coloque numa travessa antiaderrente de preferênica, asse-os por 8 -10 minutos cada lado.Forma Não-light de cozimento:

Numa figideira de anti-aderante coloque um alguns fios de azeite e um poquinho de manteiga. Passe os SIRI CAKES direto na farinha de rosca. Frite-os por 4-5 minutos cada lado em fogo médio.

Pode sirva com vegetais grelhados ou cozidos. Hoje vou servir com brocólis com sabor de lemon pepper. 

 Sirva quente!

 É bom demais……. Qualquer dúvida estamos por aqui. 

photo 3

Navegação de Posts

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 25 outros seguidores